15.4.12

Deixa O Tempo

Meus olhos lhe suplicam outro olhar, suplicam sim
Esses olhos cansados, cheio de areia, lhe rogam
Um tanto quanto inofensivos, dependentes
Mais um sorriso de olhar, e mais um apenas
Ainda que me queiram outros milhares, infindáveis;
Ter apenas mais um, só um por vez já me aquieta a alma
Hesitante outrora, acorrentada era, com sorrisos forçados
Estampados no rosto essas alegrias não reais, se foram...
Ultra-romântico, ultra-sensível, ultra-real
São esses teus olhos assim, me sorrindo...

L.M.
15/04/2012

Um comentário:

Suelen Portela disse...

Lindo blog, estás de parabéns!!!!

Convido-te para conhecer o meu:
http://sueseuspensamentos.blogspot.com.br/

Ah, já estou te seguindo....