31.12.09




Retrospectiva 2009

Eu acordei com o sol nascendo e tomei banho quente pela rotina. Todos os dias, sem nem perceber.
Eu troquei de roupa, passei desodorante e colokei brincos e anéis pela rotina. Todos os dias, sem nem perceber.
Eu tomei café, escovei os dentes, peguei a mochila e gritei 'vamos?' pela rotina. Todos os dias, sem nem perceber.
Eu cheguei na faculdade, no shopping, na igreja, e dei 2 bjinhos pela rotina. Todos os dias, sem nem perceber.
Eu assisti aulas, vi filmes, cantei músicas pela rotina. Todos os dias, sem nem perceber.
Eu peguei o onibus, dei boa tarde, saltei e disse obrigada pela rotina. Todos os dias, sem nem perceber.
Eu falei com meus amigos, me fiz presente pela rotina. Todos os dias, sem nem perceber.
Eu atendi o telefone, falei de bobagens, gritei verdades pela rotina. Todos os dias, sem nem perceber.
Eu entrei nas lojas, comprei roupa nova, fui embora pela rotina. Todos os dias, sem nem perceber.
Eu tirei fotos, esbocei sorrisos, acenei com a cabeça pela rotina. Todos os dias, sem nem perceber.
Eu vi o ano passar e o fim de ano chegando pela rotina. Todos os dias, sem nem perceber.
Eu acordei hoje, o sol já tinha nascido, não tomei banho quente. Não foi a rotina, e eu nem percebi.
Eu troquei de roupa, arrumei o quarto, pintei as unhas. Não foi a rotina, e eu nem percebi.
Eu sentei no computador, eu lembrei de quem se foi e quem ficou. Não foi a rotina, e eu nem percebi.
Eu acreditei que vai ser diferente, que eu tenho vontade e posso mudar. Não foi a rotina, e eu nem percebi.
E agora eu escrevo, e decido que a minha rotina vai ser criada, q eu vou acordar com o sol nascendo e tomar banho quente, que eu vou me arrumar e vou sair, e voltar e vai ser tudo como sempre foi. Mas hoje, hoje é diferente, hoje a gente anseia a gente acredita e faz acontecer. Afinal, vale mesmo a pena esperae 364[ou 365] dias por isso.  Faz bem fugir da rotina, e nem perceber!

26.12.09


GREENSLEEVES


Vaga sem paz oh minh'alma enfim
nesses cantos perdidos de um luar
clama, clama oh minh'alma sim
pra que alguém possa vir lhe salvar...

Canta, canta oh minh'alma em vão
estás louca, perdestes a razão
sonha, sonha oh minh'alma enfim
belos sonhos de cor de carmim

E quem sabe eu poderei
ver nascer um sonho de tanto ardor
Por fim encontro alguém que pode
ajudar e me dar seu calor...

Dorme em paz oh minha alma enfim
estás livre para poder voar,
Sonha, sonha oh minh'alma sim
ninguém mais pode lhe atormentar...