24.6.08

Bolhas.
É assim que a vida tem sido... Uma estoura, outras...Mas sempre tem muitas que permanecem e novas que estão sempre brotando.
Comparação engraçada né? Enfim... Bolhas, bolhas...Gosto da palavra, gosto do som e gosto de vê-las.
E sempre me lembro da música deliciosa da
Colbie Caillat... Sei lá..gosto daquela coisa toda de enrugar o nariz, e os dedões dos pés...
Porque se você parar e pensar... Tem coisas que mexem com a gente mesmo de longe. Você não precisa ver, ouvir, sentir, tocar.
E se pararmos pra analizar friamente a situação o que é quase impossível quando o assunto é sentimentalismo, vamos ver que você é capaz de esquecer algumas coisas mentira.
Claro que nada fica apagado, mas sabe como é... E nessas horas de bolhas e de vida eu me lembro de uma música perfeita... E deixo aqui pra vocês ouvirem e pensarem se é ou não é perfeita...

Minha vida

Tem lugares que me lembram
Minha vida, por onde andei
As histórias, os caminhos
O destino que eu mudei...

Cenas do meu filme
Em branco e preto
Que o vento levou
E o tempo traz
Entre todos os amores
E amigos
De você me lembro mais...

Tem pessoas que a gente
Não esquece, nem se esquecer
O primeiro namorado
Uma estrela da TV
Personagens do meu livro
De memórias
Que um dia rasguei
Do meu cartaz
Entre todas as novelas
E romances
De você me lembro mais...

Desenhos que a vida vai fazendo
Desbotam alguns, uns ficam iguais
Entre corações que tenho tatuados
De você me lembro mais
De você, não esqueço jamais...