17.3.09





Quisera.
Quisera ser uma folha.
Quisera ser uma folha em um dia de outono.
Dar piruetas como bailarina, voar livre como pássaro.
Dançar ao compasso da música fria, que toca o vento.
Bailar sem rumo nem sanidade...
E cair.
Cair sem vontade, sem destino...
E esperar o próximo outono chegar...

2 comentários:

Ingrid disse...

Amei, amei ... mas na verdade prefiro ser uma folha na primavera!!!Assim posso "brilhar", ver belas flores ao meu redor!!! Primavera é tempo de renascer!!!ahuahauah
Amiga, vc sabe que eu amei!!!
fui

Suki disse...

Amei o texto! Lindíssimo como sempre. Só você mesmo Nina, pode notar tanta beleza, até mesmo no simples "voar" de uma folha. Você é especial para sempre, amo-te.